Santo Agostinho - I

Nome: Santo Agostinho

Nascido em: Tagaste, Tunísia, 354

Biografia: Santo Agostinho nasceu em Tagaste, na Tunísia, no ano de 354. Só foi convertido aos trinta e dois anos, em Milão, de forma milagrosa, sob as mãos de santo Ambrósio. Depois regressou à África após a morte de Mônica, sua mãe, consagrando-se à vida religiosa.

Foi feito padre e depois bispo de Hipona, na Argélia, e trabalhou por cerca de 40 anos contra as heresias, realizando diversos escritos que são verdadeiras obras-primas, como as “Confissões e as Retratações”, a “Cidade de Deus” (espécie de teologia da história), o tratado da “Trindade”, entre outros.

Reconhecido por seu caráter generoso e simpático, capacidade de perdoar e extrema sensibilidade, Santo Agostinho conseguiu atrair e unir a si os seus próprios adversários. A sua “regra” religiosa fez surgir, em diversas épocas, formas de vida religiosa que o consideram pai. Além dos “agostinianos”, cerca de 20 mil religiosos seguem sua “regra” até hoje. É o primeiro dos quatro grandes doutores do Ocidente. Morreu no dia 28 de agosto de 430, em Hippo Regius.

Orações: Tarde vos amei, ó beleza tão antiga e tão nova, Tarde vos amei ! Eis que habitáveis dentro de mim, e eu lá fora procurando-vos ! Disforme, lançava-me sobre estas formosuras que criastes. Estáveis comigo, e eu não estava convosco ! Retinha-me longe de Vós aquilo que não existia se não existisse em Vós. Porém, chamastes-me com uma voz tão forte que rompestes a minha surdez ! Brilhastes, cintilantes, e logo afugentastes a minha cegueira ! Exalastes perfume: Respirei-o suspirando por Vós. Tocastes-me e ardi no desejo de Vossa paz ! Só na grandeza de Vossa misericórdia coloco toda a minha esperança. Dai-me o que me ordenais, e ordenai-me o que quiserdes.
* Santo Agostinho é o autor da oração