São Celestino

Nome: São Celestino

Biografia: São Celestino marcou seu pontificado - que durou pouco mais de dez anos – com algumas grandes reformas no corpo eclesiástico, demonstrando devoção e rígidos princípios. Respondendo às inquietações que cercavam a Igreja ,constituiu normas que seriam chamadas de Decretais, onde assegurava, entre outros, o direito do papa em receber apelos de qualquer cristão, leigo ou clérigo. Tomou forma, assim, o primeiro embrião do direito canônico. Escreve cartas de apoio a Santo Agostinho, que nesse período passa por sérios problemas; nelas demonstra comovente solidariedade para com o amigo, colocando-o no mesmo patamar dos grandes mestres da Igreja. Depois de disputas problemáticas no corpo clerical, escreve uma carta tranqüilizando o povo e apoiando a vitória do novo patriarca. Seria esta carta seu último documento, pois em 27 de julho de 432, morre, sendo sepultado no cemitério de Priscila . Em 817, as relíquias do santo pontífice foram enviadas para a basílica de Praxedes e parte delas teria sido mandada para a catedral de Mântua.

Orações: Bendito seja Deus, que deu as chaves do céu a São Pedro e todos os seus sucessores, na figura dos Papas. Concedei-nos, ó Deus Altíssimo, pela intercessão de São Celestino, Papa e firme defensor da Verdade e da fé, a graça de sermos sempre firmes na defesa da fé católica e do papado. Por Cristo Senhor Nosso.

Amém.

São Celestino, Papa, rogai por nós.

Nossa Senhora, Mãe da Igreja, rogai por nós.