São Marino

Nome: São Marino

Biografia: São Marino era oficial do exército imperial em Cesaréia da Palestina. Devido a sua bravura fora nomeado centurião romano, cargo esse bastante almejado. Enquanto se aguardava a cerimônia da entrega da vara da videira, quando se concretizaria a promoção, um dos pretendentes ao cargo o acusou de ser cristão. O fato ocorreu por volta do ano 260, quando a Igreja de Cristo era bastante perseguida. São Marino teve o apoio do bispo Teotecno, que o incentivou a perseverar na fé, embora isso lhe custasse a vida. O bispo, diante do altar apresentou-lhe uma espada e a Bíblia pedindo-lhe que escolhesse. São Marino, com segurança, escolheu a Bíblia e, diante das autoridades, afirmou ser cristão. Estava presente na execução outro cristão, o senador Astério, que o incentivou a permanecer firme em sua decisão. Logo após o martírio, Astério tomou seu corpo a fim de lhe dar uma sepultura digna, embora soubesse que esse gesto também lhe custaria a vida, como de fato aconteceu. Dessa maneira, São Marino divide com Astério a honra do martírio por ser seguidor de Cristo.

Orações: Senhor Jesus, quantas vezes por vergonha ou falso respeito humano, negamos nossa fé, titubeamos em testemunhar Vossas verdades, não nos interessamos em conhecer e divulgar a Doutrina da Vossa Igreja.
Por isso, Senhor, tende piedade de nós e, pelos méritos de São Marino dai-nos o dom do desassombro para que possamos com firmeza proclamar a nossa adesão a Igreja Católica Apostólica Romana.
São Marino, rogai por nós.
São José, rogai por nós.
Maria, Mãe de Todos os Homens, rogai por nós.
Amém.